Abra este pequeno livro (2013) na aula de português

Image 1 of 9

Breve explicação sobre o livro ilustrado "Abra este pequeno livro" (2013), de Jesse Klausmeier e Suzy Lee, como recurso didático na aula de português

Abra este pequeno livro é um potente recurso didático para abordar diferentes linguagens, sensibilidades e assuntos nas aulas de português.

Não apenas no contexto escolar, mas também no ambiente familiar ou qualquer outro evento de mediação de leitura.

Veja algumas colocações:

  1. Abra este pequeno livro teve a sua primeira edição lançada em 2013 pela antiga editora Cosac Naify.
  2. A obra pode ser classificada como um livro ilustrado por mesclar palavras e imagens na sua composição gráfica.
  3. O texto possibilita o acesso a narrativas híbridas, em que os leitores são incentivados a compreender a literatura a partir da interrelação entre diferentes linguagens.
  4. O livro foi escrito por Jesse Klausmeier, na época estreante, e ilustrado pela renomada autora e ilustradora sul-coreana Suzy Lee. Parceria que surpreende pela criatividade e experimentação com que o enredo se materializa no corpo do objeto livro.
  5. Cada personagem tem um livro próprio com cores e tamanhos exclusivos. Cada página são como capas que o leitor é convidado a abrir.
  6. Cada personagem faz referência a histórias clássicas, como a Coelha e a Joaninha. Além disso, no final da obra, também há ilustrações com personagens de outros livros de Suzy Lee.
  7. Klausmeier e Lee construíram um enredo em que narrativas, personagens e as páginas do livro se sobrepõem em camadas, como numa cebola.
  8. No meio do miolo, há o encontro dos personagens e a consequente abertura de todos os livros, formando um colorido arco-íris.
  9. “Abra este pequeno livro” é uma narrativa metaficcional, o que é percebido pelo título na primeira capa, pois estimula o leitor a participar da narrativa também como um personagem.
  10. A cada capa que abrimos, as autoras fazem um convite: conhecer a história dos personagens envolvidos no enredo. Incluindo a nossa própria história, já que também somos integrados à narrativa, na qual ficção e realidade se confundem.
  11. O tema que se destaca na obra é o da amizade. Fazer amigos, amigas e amigues é, afinal, tanto contar a nossa própria narrativa, mas também se abrir para conhecer a história de novos personagens, ou melhor, novas amizades que entram na nossa vida.

* * *

Quantas novas histórias você se abriu para conhecer hoje?

Back To Top ➤
%d blogueiros gostam disto: